JORGE PINEDA



JUNHO/ 2015



Apresentar aos leitores da revista O Menelick 2° Ato o trabalho do artista dominicano Jorge Pineda (1961), foi ao mesmo tempo uma escolha política e estética. Política por serem escassas, ou quase nulas, as informações que nos chegam acerca da produção de artistas visuais negros oriundos de países do Caribe e da América Latina. E estética pois o recorte da produção publicada, imagens da série The Red Girls (As Meninas Vermelhas), joga luz sob o refinado e autêntico traço de Pineda, artífice negro pertencente a uma geração de artistas dominicanos que no final da década de 1980 e início dos anos 1990 transformou a cena artística da capital Santo Domingo ampliando o leque de temas e suportes expressivos.


Baseado em Santo Domingo e com uma potente coleção de esculturas no currículo, Pineda tem participado, especialmente do final dos anos 1990 para cá, de inúmeras exposições e bienais ao redor do mundo, como a 52ª Bienal de Veneza e a 23 ª Bienal de Artes Visuais de Santo Domingo.




SAIBA + SOBRE JORGE PINEDA

http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-1.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-2.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-4.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-6.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-5.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda.jpg
http://omenelick2ato.com/files/gimgs/461_pineda-3.jpg